Viver Sem Vergonha
dicas sobre como adotar um cachorro

Como adotar um cachorro sem medo de se arrepender

Engana-se quem pensar que adotar um cãozinho é uma decisão simples. Neste artigo você vai conhecer dicas importantes sobre como adotar um cachorro sem medo de se arrepender e ser muito feliz com seu novo animal de estimação.

Adotar um animal de estimação não é apenas colocá-lo para dentro de seu quintal ou de seu apartamento. Exigirá de você tempo, carinho, atenção e dinheiro. Pois um cãozinho não é um brinquedo, é um animal que exigirá cuidados constantes.

Veja algumas dicas que irão te auxiliar no processo de adoção e pontos importantes que você não pode desconsiderar.

Como adotar um cachorro sem se arrepender:

1 – Adote um cachorro de uma instituição especializada:

dicas sobre como adotar um cachorroA primeira dica é fazer a opção por adotar um cãozinho que esteja em um abrigo para cães abandonados. Existem inúmeras instituições no Brasil, desde ONGs ou canis públicos que possuem animais disponíveis para adoção.

Na maioria dos casos os animais que ficam neste tipo de abrigo passam por um check-up geral e recebem todas as vacinas necessárias. Você terá certeza que sairá de lá com um animal pronto para ir para casa.

Além disso, a maioria dos animais são castrados nestes locais, o que facilitará a vida de quem não quer se preocupar com o surgimento de filhotinhos durante o período de vida de seu animal de estimação.

Para adotar um cãozinho destes locais é necessário mais do que vontade. Em muitos destes locais você passará por uma entrevista para conferir se você terá condições de ter um animal de estimação e cumprir com todas as obrigações que um dono deve cumprir.

2 – Passe antes em um bom veterinário:

Agora se o seu amor foi à primeira vista por um cãozinho que estava abandonado na rua é importante estar atento a esta segunda dica de como adotar um cachorro sem se arrepender.

Antes de levar o animal para sua casa é importante passar em um bom veterinário. Como o animal estava na rua você não tem ideia do que possa estar acontecendo com ele ou o que já aconteceu.

Um bom veterinário irá diagnosticar possíveis doenças, aplicar as vacinas necessárias e ainda fazer um check-up geral em seu novo animal de estimação.

Caso o cachorro que você encontrou possua alguma doença contagiosa este mesmo veterinário irá indicar o melhor procedimento possível para o animal.

Lembre-se que antes de adotar um cachorro você precisa pensar na sua família, protege-la de possíveis doenças é fundamental. Além do mais, caso você realmente queira ficar com este cãozinho uma passada no veterinário fará muito bem para ele.

3 – Entenda quais são as exigências de ter um animal de estimação:

Outra dica fundamental de como adotar um cachorro é entender com clareza quais serão as suas responsabilidades como dono de um animal de estimação.

O seu novo companheiro exigirá cuidados básicos como disponibilidade de água fresca, alimentação de qualidade, espaço adequado, cuidados com a higiene, vacinações e visitas recorrentes ao veterinário.

Além disso, o seu cachorro também exigirá disponibilidade de tempo. Um cão precisa de carinho e atenção de seu dono, você precisa estar disposto a fazer atividades físicas diárias com ele, como caminhadas. Conforme a raça do cão eles são ainda mais exigentes com a necessidade de exercícios físicos rotineiros e ambientes espaçosos.

Aqui vale destacar que ter consciência destas obrigações é de suma importância para que você não se arrependa desta decisão. É um compromisso que você deve fazer e não voltar atrás.

Caso você não tenha condições de cumprir com tudo que o um cãozinho exige é melhor não adotar.

Agora, se você percebe que tem todas as condições mas tem um pequeno receio de como será a vida após a adoção de um cachorro é melhor deixar o medo para trás e aproveitar tudo que um bom amigo pode te oferecer.

4 – Pense na melhor idade do cachorro para você adotar:

A última dica de como adotar um cachorro sem se arrepender é referente à idade. Você encontrará animais adultos e filhotes para serem adotados, cada um deles possui vantagens e desvantagens. A escolha dependerá mais de você do que deles.

Uma pessoa que adota um filhote tem que entender que as exigências iniciais são diferentes de um cão adulto. Um filhote tem todo potencial de aprender tudo que você deseja, mas também pode dar mais trabalho no início, como chorar a noite, fazer as necessidades em qualquer lugar ou morder todos seus móveis.

Um cachorro adulto é mais calmo e tem um temperamento mais estável, mas pode possuir manias que sejam difíceis de serem eliminadas.

A idade do cão não é o mais importante, mas não pode ser deixada de lado na hora de escolher um cão para ser adotado.

Finalizando

Antes de encerrar é válido destacar que você estará adotando um animal que também possui hábitos diferentes conforme a raça e a maneira como foi criado até então, tudo isso pode ser observado, em especial nos cães que já vivem a algum tempo nos canis.

Compartilhe este artigo com outras pessoas que também precisam destas dicas para se decidirem pela adoção, afinal aprender como adotar um cachorro sem medo de errar é fundamental, você também poderá ajudar inúmeras pessoas.

Gridlove

Gridlove is an attractive WordPress theme based on a grid framework. With many layouts to choose from you’ll have your website running in no time.

Email Newsletter

MailChimp newsletter form can be embedded here!

For more info, please visit MailChimp documentation.