Viver Sem Vergonha
homem fazendo controle financeiro pessoal

Como fazer um bom controle financeiro pessoal sem dor de cabeça

É certo que para ter sucesso com as finanças é necessário saber muito bem o que se faz com o dinheiro que se ganhar. Neste artigo você vai aprender algumas dicas que são fundamentais para fazer um bom controle financeiro pessoal. Caso você não domine o dinheiro que você ganha é ele que dominará você.

A maioria das pessoas que passam por dificuldades financeiras não passam por falta de dinheiro, mas por desorganização. Não aprenderam a administrar o dinheiro que ganham e por isso acabam complicando suas vidas.

Tenho certeza que você conhece pessoas que ganham muito dinheiro e estão endividadas e outras pessoas que ganham salários modestos, mas possuem uma vida financeira muito tranquila.

Logo, o mais importante não é a quantia que você ganha e sim como você lida com todo dinheiro que entra no seu bolso.

Não existe mágica para lidar com dinheiro e muito menos uma fada madrinha para acabar com todos seus problemas. Existe um único segredo para ter sucesso com o dinheiro, que é gastar menos do que ganha e poupar de forma inteligente.

Dicas para fazer um controle financeiro pessoal matador!

1 – Tenha consciência do que você ganha e do que você gasta:

homem fazendo controle financeiro pessoalA primeira dica para você ter sucesso com seu controle financeiro pessoal é ter consciência do que você ganha todo mês e do que você gasta. Isso é fundamental para seu sucesso com as finanças.

Para ter consciência do que você ganha e gasta é necessário fazer uma coisa muito simples. É necessário anotar. Você deve anotar tudo que você ganha e também tudo que você gasta.

Para a maioria das pessoas saber quanto ganha é muito simples, pois possuem um salário fixo. Agora, saber o quanto gasta pode ser um grande desafio.

É importante que você anote todos os seus gastos. Desde as despesas com moradia, alimentação, impostos, transporte a gastos com festas, restaurantes, bares, presentes e lanches feitos no dia a dia.

Um segredo importante é não desprezar as pequenas despesas. Elas podem fazer uma grande diferença no final das contas. Imagine um cafezinho na padaria todos os dias por 5 reais, no final do mês serão 150 reais e no final de um ano serão incríveis 1.800,00 reais.

2 – Faça uma análise crítica frequente dos seus gastos:

A próxima dica é fazer uma análise crítica de tudo que você gasta.

Para começo de conversa é interessante classificar as suas despesas. Crie categorias como alimentação, impostos, transporte, educação, lazer, moradia, combustível, entre tantas outras opções.

Além das categorias você deve classificar suas despesas como fixas e variáveis. As despesas fixas são as que você sabe o preço de cada uma delas antes mesmos de pagar estas despesas. Elas podem ser o aluguel, a conta de telefone, a conta de energia e o transporte.

As despesas variáveis são aquelas que você não tem controle antecipado destas despesas. Elas podem variar todo mês e também podem não ser frequentes.

Após classificar as despesas faça uma avaliação do que você pode cortar de gastos na sua vida. Veja quanto dinheiro você gasta que é desnecessário. A parti disso crie estratégias para gastar menos e poder poupar mais.

3 – Comece a poupar uma parte de tudo que você ganha:

A terceira dica para um bom controle financeiro pessoal é ter objetivos para seu dinheiro. É aprender que seu dinheiro quando poupado tem muito mais valor do que quando utilizado apenas para pagar contas.

Após descobrir quanto você gasta por mês e criar uma estratégia para reduzir os custos é hora de ter metas e objetivos para seu dinheiro.

Para pessoas que não nasceram milionários e não ganham na loteria o grande segredo é poupar. É deixar de gastar tudo que ganha e guardar uma pequena parcela para alcançar verdadeiros objetivos em sua vida.

É indicado que você poupe cerca de 10 a 20% de tudo que você ganha. Ou seja, se você possui um salário de 2 mil reais o indicado é poupar de 200 a 400 reais.

Isso pode parecer impossível para você que nunca poupou, mas aos poucos isso se tornará um bom hábito e você terá grande prazer em fazer melhor uso do seu dinheiro.

4 – Faça um planejamento de gastos e utilize melhor seu dinheiro:

Faz parte de um bom controle financeiro pessoal o planejamento de como você gastará seu dinheiro.

Você agora tem tudo em suas mãos. Já conhece seus ganhos e gastos, já tem o objetivo de poupar, então é hora de planejar como seu dinheiro será gasto durante o mês.

Você deve planejar o pagamento das suas despesas fixas em dia para não pagar juros e multas. Além disso, deve impor um limite para certas despesas variáveis, como por exemplo o lazer.

Aprenda a colocar limites nas suas despesas e proteja o dinheiro que você ganha. Para isso, também é importante dar fim às compras por impulso. Quem compra por impulso na maioria das vezes paga mais caro do que devia e compra muitas coisas inúteis.

Por isso, passe a se programar para gastar bem seu dinheiro. Evite desperdícios, compras desnecessárias, faça seu dinheiro render durante todo o mês.

Existe um ditado muito famoso que quanto mais você cuida do dinheiro mais ele cresce. É claro que você não precisa se tornar um novo Tio Patinhas, mas é hora de começar a poupar e utilizar sua renda com inteligência.

Nesta hora é válido salientar que as pessoas inteligentes vivem uma vida condizente com sua realidade financeira. Por isso, se você deseja ter algum sucesso com dinheiro viva sempre abaixo do que você realmente poderia viver. Uma vida simples bem vivida pode valer muito mais à pena que uma vida luxuosa endividada.

5 – Esforce-se para ser melhor todos os meses:

A quinta dica para fazer um com controle financeiro pessoal é se esforçar para ser melhor a cada mês.

É importante que você se esforce para ter uma renda melhor e assim consiga poupar mais e ter condições de alcançar com mais rapidez os seus objetivos. Invista em você e cresça profissionalmente, esta é a melhor forma de ter mais dinheiro no bolso e uma vida mais tranquila.

Além de se esforçar para ganhar mais dedique-se também para gastar menos. Assim, você vai perceber que o dinheiro que antes faltava vai se multiplicar todos os meses.

Quem se esforça para gastar menos e para ganhar mais nunca terá problemas com dívidas e poderá desfrutar de uma vida financeira tranquila. A equação é muito simples, enquanto seus gastos forem inferiores aos seus ganhos você nunca se endividará.

Um bom planejamento financeiro é fundamental para esta estratégia de gastar sempre menos. É por ele que você encontrará brechas para poupar e reduzir seu custo de vida.

6 – Invista constantemente em conhecimento:

Esta sexta dica não poderia faltar. O melhor investimento que qualquer pessoa pode fazer é em conhecimento. Este é um tesouro que ficará com você pelo resto da sua vida e ninguém conseguirá roubar seu conhecimento.

A maioria dos brasileiros não tem nenhum conhecimento financeiro, por isso sofrem tanto no dia a dia. Sofrem ao utilizar o cartão de crédito de forma inadequada, ao aceitarem juros abusivos em financiamentos, ao optarem pelo pagamento parcelado e tantas outras coisas.

Quanto mais você aprende sobre finanças, mais você saberá utilizar seu dinheiro corretamente. Você deixará de ser refém da opinião dos terceiros e passará a tomar decisões por conta própria.

Ao começar a poupar é hora de começar a aprender também onde colocar seu dinheiro para que ele comece a produzir renda passiva para você.

Quando você pega dinheiro com um banco você paga juros mensais por isso, da mesma forma quando você investe seu dinheiro você recebe juros por ele. Você quer continuar pagando juros ou prefere receber juros? Você é a única pessoa que pode decidir isso.

7 – Utilize a tecnologia a seu favor:

A última dica sobre como fazer um bom controle financeiro pessoal é utilizar toda tecnologia disponível a seu favor.

Hoje em dia, existem inúmeras ferramentas que podem te auxiliar a fazer um bom controle financeiro. Você encontrará com facilidade aplicativos para celulares, sites, programas para computadores, planilhas e tantas outras opções.

Tudo isso pode ser utilizado por você para um bom controle financeiro. Todas as ferramentas são boas, desde que facilitem sua vida e te auxiliem a controlar bem todas as suas despesas.

Agora, caso você tenha aversão à tecnologia não se preocupe. Papel, caneta e calculadora cumprem muito bem seu papel até os dias de hoje.

Tome cuidado para não escolher muita tecnologia e acabar complicando sua vida. Pense sempre no que será mais prático e fácil para você não ter problemas ao anotar suas despesas e fazer seu planejamento.

É hora de finalizar!

Estou certo que com estas dicas você conseguirá fazer um controle financeiro pessoal sem nenhuma dor de cabeça. Lembre-se que quanto melhor você cuidar do seu dinheiro, mais ele crescerá.

Compartilhe este artigo com seus amigos que estejam passando por problemas financeiros, é hora de ajudar outras pessoas.