Viver Sem Vergonha
dieta para gestantes

Dieta para gestantes: cuidados com a alimentação na gravidez

Cuidar da alimentação é algo que todo mundo deve fazer, mas no caso da gestante, a alimentação deve ser alvo de alguns cuidados especiais. Você vai aprender neste artigo dicas importantes sobre uma dieta para gestantes.A alimentação na gravidez precisa ser equilibrada, de forma a oferecer todos os nutrientes que a mamãe e o bebê precisam. A sua saúde é fundamental para a saúde do seu filho, por isso fique atenta à alimentação que você tem, pois esta é a alimentação que seu filho consequentemente terá.

Confira abaixo então os cuidados necessários para uma boa dieta para gestantes.

Dieta para gestantes: cuidados especiais com a alimentação durante o período de gravidez

dieta para gestantesDurante a gravidez o corpo trabalha de forma muito eficaz, tirando dos alimentos a maior quantidade de energia possível.

Assim, não é incomum, nos seis primeiros meses de gestação, algumas mamães nem notarem diferenças no que diz respeito ao aumento do apetite, continuam comendo quase a mesma quantidade que já comiam, e se sentem bem assim. Contudo, à medida que a gravidez avança, começam a surgir algumas modificações.

Nos últimos três meses de gravidez a mamãe já precisa aumentar um pouco o consumo de calorias. O aconselhável é que a mamãe coma por dia em média 200 calorias a mais, o que é bem pouco, mas que faz uma grande diferença no que diz respeito ao que o corpo precisa para manter uma gravidez saudável.

Não existe aquela história de comer para dois. A alimentação de uma grávida é normal, o único detalhe é que no período final da gravidez o apetite irá aumentar, mas nada que seja exagerado.

O que comer durante a gravidez

Durante a gravidez a mulher precisa ingerir alimentos que contenham nutrientes como ferro, ácido fólico, cálcio, proteínas, Vitamina A, C, D, magnésio, dentre outros. A alimentação precisa ser regrada, sem excessos. As refeições devem ser realizadas em intervalos regulares, sendo que o ideal é fazer de 05 a 06 refeições por dia.

É importante comer frutas cítricas, ovos, feijão, carnes, espinafre, couve, brócolis e cereais. Coma também frutas como kiwi, morango, melão, melancia e mamão.

Alimentos como trigo, milho, frango, nozes, soja e arroz, também são importantes. Se você gosta de macarrão e pães, saiba que pode comer isso também, mas sem excessos.

Como pode ver a alimentação para uma grávida é bem parecida com a alimentação saudável de uma pessoa normal. Você deve ficar atenta se for necessário complementar sua alimentação com alguma vitamina específica, mas isso deverá ser indicado pelo seu médico ou nutricionista.

O que deve ser evitado ou consumido com moderação

Apesar de a gestante poder comer quase tudo, alguns alimentos devem ser evitados.

Algo que deve ser eliminado da dieta da gestante são os alimentos muito calóricos, como fast food (sanduíches, batatas fritas). Esses alimentos possuem poucos nutrientes, mas possuem muitas calorias e não oferecem benefícios à gestante e ao bebê.  

Também evite consumir muitas guloseimas. Claro que a grávida não precisa cortar tudo quanto é tipo de guloseima, mas é melhor diminuir o consumo desses alimentos. Evite também o consumo de salgadinhos.

Café também é outro alimento que deve ser evitado. Se você não consegue ficar sem tomar café, não tome mais do que três xícaras da bebida por dia. Pesquisas científicas já constataram que a cafeína pode levar ao aborto espontâneo, por isso, é importante evitar o consumo de alimentos que possuem essa substância.

Bebidas alcoólicas? Nem pensar! Os médicos recomendam que a gestante corte totalmente o álcool durante o período de gestação, pois ele pode prejudicar o desenvolvimento saudável do bebê.

Também é importante evitar alimentos como peixes e frutos do mar crus.

Queijos de casca branca e com fungos devem ser evitados também (brie, camembert, roquefort, gorgonzola). Aqueles queijos tipo frescal também devem ser evitados. É importante evitar esses alimentos durante a gravidez porque eles podem conter uma bactéria que causa uma doença chamada listeriose. Essa doença pode prejudicar o bebê, portanto, é melhor prevenir que remediar.

Outros alimentos devem se evitados, como é o caso da carne bovina e suína malpassada ou crua; ovos crus; fígado e miúdos. Também evite o consumo de peixe-espada e tubarão, porque podem conter níveis muito altos de mercúrio (pela mesma razão, a gestante deve consumir pouco atum, no máximo 04 latas por semana ou 02 filés frescos por semana).

Conclusão

Esses são alguns dos cuidados que a gestante deve ter com a sua dieta. É preciso manter uma alimentação equilibrada durante a gravidez para garantir que o bebê receba todos os nutrientes que necessita para ter um desenvolvimento saudável.

Compartilhe este artigo com suas amigas, você poderá ajudar muitas mamães a terem uma dieta para gestantes adequadas. Não deixe de colaborar com outras mamães que podem ter dúvidas similares.