Viver Sem Vergonha
estomatite-em-bebê-informações

Estomatite em bebê: o que é e como ajudar seu filhote

A estomatite em bebê é uma infecção muito comum que pode causar muitos desconfortos no pequenino. Infelizmente é muito difícil prevenir a estomatite, entretanto, se o seu bebê já está sofrendo com ela, você pode tomar algumas atitudes para aliviar os sintomas provocados pela infecção.

É comum ver os pais preocupados com a estomatite, por ver o sofrimento de suas crianças e por elas não pararem de chorar. Entretanto, a estomatite não é uma doença grave e pode ser tratada com facilidade.

A maioria das mães também nunca ouviram falar de estomatite até terem o primeiro filho, mas por incrível que pareça é uma doença que aflige muitos bebês. Tire todas as suas dúvidas neste artigo e aprenda a cuidar do seu bebê com estomatite.

manual da papinha

O que é a estomatite em bebê

A estomatite em bebê é uma infecção provocada por vírus, e apesar do nome remeter ao estômago, ela surge na boca e provoca feridas muito dolorosas que a maioria das pessoas conhece por aftas. A palavra estomatite tem relação com o termo grego stoma, que significa boca, portanto, nada a ver com o estômago.

estomatite em bebê informaçõesAs feridas provocadas pela estomatite doem muito, e além de atingirem a boca, podem se estender até a garganta da criança, o que provocará muito mais desconforto. Contudo, apesar do sofrimento que elas provocam, não existem motivos para maiores preocupações.

A estomatite em bebê é provocada por um vírus chamado Herpes simples (HSV-1) ou pelo vírus Coxsakie. Geralmente os sintomas provocados pela estomatite são:

  • Irritabilidade;
  • Falta de apetite;
  • Dificuldades para engolir (sólidos e líquidos);
  • Mal hálito;
  • Febre de até 40º C;
  • Falta de sede.

O bebê contrai a estomatite ao entrar em contato com pessoas contaminadas, portanto, uma maneira de afastar a estomatite é desenvolvendo hábitos de higiene saudáveis e lavando as mãos com água e sabão frequentemente.

Outro ponto fundamental é evitar que seu filho conviva com crianças que estejam contaminadas com o vírus. Caso seu filho esteja com estomatite, o melhor é que ele deixe de ir para a escola ou creche enquanto não estiver melhor, isso evitará que outras crianças contraiam a doença.

Qual é o aspecto da estomatite? Quanto tempo dura?

As feridas provocadas pela estomatite em bebê são bem pequenas, normalmente com 01 a 05 milímetros de diâmetro. Elas têm a cor acinzentada ou amarelada no centro, e por fora são avermelhadas. Elas podem aparecer na gengiva, no fundo da boca, nas amígdalas, céu da boca, língua e parte interna das bochechas. Pode acontecer das gengivas ficarem inflamadas e inchadas, e sangrarem com facilidade.

Normalmente as feridas provocadas pela estomatite demoram de 07 a 10 dias para desaparecerem, esse é o ciclo do vírus.

A estomatite também pode chegar até aos olhos do bebê, entretanto isso não é comum. Caso isso aconteça é necessário levar sua criança imediatamente ao médico, a estomatite pode causar danos permanentes nos olhos do seu bebê.

O que fazer para aliviar os incômodos provocados pela estomatite

É sempre importante procurar orientação do pediatra logo que surgirem os primeiros sintomas. Apesar de não haver motivos para preocupação, não se deve brincar com a febre provocada pela infecção, e também não é prudente dar remédios ao bebê sem orientação médica.

Normalmente o pediatra prescreverá apenas analgésicos e antitérmicos — a infecção é causada por um vírus, nesse caso, o uso de antibióticos não promoverá nenhum efeito.

É importante também higienizar a boca do pequeno, mesmo com sangramentos. A não higienização pode agravar a infecção e dar espaço para outras doenças oportunistas, por isso é tão importante realizá-la, mesmo que a criança chore por causa da dor.

No caso da alimentação, é muito importante manter a criança hidratada, mesmo quando ela sente muitas dificuldades para engolir. Insista, mas não deixe de hidratá-la. Ofereça ao pequeno bebidas mais frias, e que não sejam acidas e nem gasosas. Suco de maça, água e milk-shakes são boas opções.

Ofereça à criança alimentos mais frios, pois os quentes podem provocar mais desconforto. Sorvetes, iogurtes, macarrão só na manteiga, purê de batata e mandioquinha são boas opções.

Por outro lado, alimentos como abacaxi; laranja; tomate; morango; limão; kiwi, e comidas com muito sal, pimenta e alho, devem ser evitados, pois provocam muita dor quando a criança tenta comê-los.

Últimas palavras…

A estomatite em bebê realmente provoca muita dor, e não é incomum os pais ficarem muito preocupados, principalmente por causa da febre alta que ela provoca na criança. Mas como já foi mencionado, não há motivos para maiores preocupações, desde que sejam tomados os devidos cuidados.

É hora de ajudar outros pais a se prevenirem ou tratarem esta doença, por isso, compartilhe este artigo com seus amigos e familiares. Você pode ajudar muitas pessoas com o que aprendeu hoje.

Recomendados Para Você:

Adicione um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.