Prisão de ventre na gravidez: como evitar

A prisão de ventre na gravidez normalmente ocorre porque o útero dilata e pressiona o intestino, por isso, no decorrer da gravidez os sintomas da prisão de ventre tendem a aumentar. 

Outro fator que contribui significativamente para a prisão de ventre é o aumento natural do hormônio progesterona durante a gestação.

Como pode ver a prisão de ventre na gravidez pode ser algo natural, mas pode ser evitada com as dicas que você aprenderá neste artigo. Caso você já passe por problemas crônicos de prisão de ventre é importante procurar seu médico de confiança e relatar este problema.

O que é prisão de ventre

informações sobre prisão de ventre na gravidezA prisão de ventre na gravidez consiste em um conjunto de sintomas dos quais se destacam a dificuldades ao evacuar, sensações de evacuação incompleta e que normalmente exige muito esforço, entre outros.

Para a gestante, ou para qualquer outra pessoa, não existe um padrão fixo de quantas vezes deve-se evacuar, pode variar de 2 a 3 vezes diariamente, ou de até 3 a 15 vezes semanais.

Esses números não necessariamente caracterizam uma pessoa com prisão de ventre. Normalmente o diagnóstico vem quando a pessoa sente muito incômodo/dificuldades ao ir ao banheiro, ou tem uma frequência menor que 3 vezes semanalmente.

Atitudes que podem evitar a prisão de ventre na gravidez

Você já deve saber que algumas atitudes podem lhe dar uma gestação bem mais confortável e te livrar de alguns desconfortos. São atitudes simples que devem se tornar hábitos na sua vida para além do período de gestação.

Você vai ver que evitar muitos problemas na gravidez estão simplesmente relacionados com ter uma boa saúde e ter bons hábitos diários.

Cuidados com a alimentação para evitar a prisão de ventre:

Que tal começar pela alimentação, que deve ser bem equilibrada com base em alimentos que sejam ricos em fibras?

Os alimentos ricos em fibras, aliados com a ingestão de no mínimo 2 litros de água diariamente, é que vão contribuir para o aumento do bolo fecal e o aceleramento do trânsito intestinal.

Caso você tenha dificuldade em beber água você pode utilizar aplicativos no celular que podem te lembrar de tempo em tempo que você precisar tomar água.

Fique atenta, pois de nada adianta comer muitos alimentos ricos em fibras e não ingerir muita água. Corre-se o risco de agravar ainda mais a prisão de ventre, pois a água é fundamental para a digestão das fibras e o bom funcionamento do trânsito intestinal.

Acrescente a sua dieta frutas, como goiaba, abacate, ameixa, maçã, pera, banana, carambola, morango e kiwi. Consuma frutas no intervalo das refeições e, se possível, coma-as com casca.

Verduras e legumes, como abóbora, brócolis, soja, milho, entre outros, também devem estar presentes nas refeições.

Exercícios físicos para evitar a prisão de ventre:

Pode se dizer que é fundamental para evitar a prisão de ventre na gravidez praticar atividades físicas diariamente por uma média de 30 minutos. Os exercícios devem ser moderados, ou seja, de baixo impacto, como, por exemplo, a natação, hidroginástica, caminhada entre outras.

Os especialistas sugerem que as gestantes (ou qualquer pessoa que manifesta dificuldades no momento de evacuar, e não sente desejo de ir ao banheiro) devem fazer o exercício diário de tentar evacuar todos os dias no mesmo horário, durante dez minutos. Esse exercício é importante para educar o organismo.

Os exercícios são fundamentais, mas tome cuidado com o excesso. Caso você tenha algum problema específico ou passe por uma gravidez com um pouco mais de risco é fundamental consultar um médico antes de começar a praticar qualquer exercício físico.

Práticas diárias para evitar a prisão de ventre:

Também é importante ter alguns cuidados diários, para que você não tenha problemas com a prisão de ventre.

O principal deles é nunca deixar de ir ao banheiro quando sentir vontade, essa hesitação pode comprometer o funcionamento normal do intestino e fazer com que as fezes retornem ao intestino, causando o aumento do bolo fecal e dificultando a evacuação.

Quanto mais você impede a evacuação no momento que seu corpo exige mais problemas você terá. Este ponto é fundamental para que você tenha condições de lutar contra a prisão de ventre. Por isso, não tenha medo nem vergonha de procurar um banheiro quando estiver fora de casa.

Últimas palavras

Portanto, com práticas simples e regulares é possível evitar a prisão de ventre na gravidez. Seja disciplinada e procure ter uma alimentação bem equilibrada, ingerir muita água e fazer atividades físicas ao menos 3 vezes por semana.

Não espere começar a sentir os incômodos para tomar atitudes, previna-se e amenize ou até mesmo elimine totalmente qualquer sinal de prisão de ventre durante a sua gestação. Cuide-se!

Aproveite para compartilhar este artigo com suas amigas que estão grávidas e também querem se livrar da prisão de ventre que tanto incomoda.

Recomendados Para Você: