Viver Sem Vergonha
Tentando engravidar

Tentando engravidar? Tire suas dúvidas

Para você que está tentando engravidar e ainda tem dúvidas sobre os cuidados que deve ter nesse momento, fique atenta a essas dicas que lhe ajudarão a garantir uma gravidez saudável e com qualidade.

Dicas para você que está tentando engravidar

1 – Tenha uma boa alimentação

Você que deseja engravidar deve investir em uma alimentação rica em vitaminas e nutrientes, pois uma dieta equilibrada lhe proporcionará maior vigor, saúde e fortalecerá o seu corpo para a gestação. Esses cuidados devem ter início no mínimo entre 2 a 3 meses antes da fecundação, e devem ser mantidos durante todo o período da gravidez.

Tentando engravidarFique atenta, pois alimentos industrializados podem interferir na absorção de vitaminas e nutrientes pelo organismo, por isso, é importante evitá-los, já que você pretende tentar engravidar.

Evite o consumo de cafeína e alimentos que contenham esse ingrediente. Por exemplo, é importante evitar o consumo de cacau, refrigerantes de cola ou guaraná, chá mate, alguns medicamentos, entre outros.

A ingestão de ômega 3 é fundamental, pois tem uma função de equilibrar os hormônios, além de ser um bom anti-inflamatório natural. Ele está presente no salmão, sardinha, nozes, sementes de chia, linhaça. O recomendado é que se consuma peixe ao menos três vezes por semana.

Vale lembrar que o homem também deve se cuidar nesse momento, por isso é importante se alimentar adequadamente para garantir uma boa saúde, de maneira que o corpo seja capaz de produzir espermatozoides de qualidade.

No entanto, o que é fundamental é a ingestão de muitas fibras, alimentos integrais, frutas, verduras e legumes. Além disso, dê prioridade a carnes magras, reduza o consumo de açúcar e alimentos industrializados, e tome muita água, no mínimo 2 litros diariamente.

2 – Exercícios físicos fazem bem

A atividade física é indiscutivelmente benéfica para a saúde do homem e da mulher, no entanto, quando se trata de tentativas de engravidar, ela deve ser bem orientada, pois em excesso pode interferir diretamente na produção de espermatozoides e na ovulação da mulher.

Qualquer atividade física que cause estresse ao organismo, ou altere o seu funcionamento normal, pode gerar alterações hormonais e interferir na ovulação e causar ausência temporária da menstruarão.

Não há contraindicações no que diz respeito às atividades físicas, desde que sejam bem orientadas e em nível leve e moderado, no caso de quem está tentando engravidar.

3 – Posição sexual ideal?

Existem especulações de que durante a penetração se a mulher estiver embaixo e o homem em cima, manterá os espermatozoides no fundo da vagina, isso pode contribuir para que eles desçam até o útero com mais facilidade.

Além disso, há outra recomendação que não é comprovada cientificamente, mas vale a pena tentar. Sugere-se que quando se está tentando engravidar, a mulher fique deitada de barriga para cima cerca de 15 a 20 minutos depois da relação sexual. Esse período é suficiente para que o esperma passe de sua forma gelatinosa para liquida, e encontre o óvulo mais facilmente.

4 – Cuidados anteriores à gravidez

Quando decide-se por tentar engravidar, é muito importante fazer uma avaliação médica e avaliar como está o seu estado de saúde como um todo, verificar se as vacinas estão em dia, fazer alguns exames preventivos e se há necessidade de incluir alguma vitamina na dieta, entre outros.

Após um período de 6 a 12 meses tentando engravidar, caso a mulher não engravide, o casal deve procurar orientação médica, pois pode haver algum problema que está dificultando a gravidez.

Dormir mal, bebidas alcoólicas, sedentarismo, estresse, obesidade e tabagismo são fatores que podem contribuir para a diminuição da fertilidade.

5 – Ovulação

Fique atenta quanto às reações do seu corpo, para saber os dias em que você estará ovulando. Nos dias que antecedem a ovulação a mucosa vaginal estará mais pegajosa, e nos dias de ovulação é possível perceber um aumento da secreção vaginal, sendo que ela terá uma consistência parecida com clara de ovo, bem elástica, e sem odor forte.

6 – Tabelinha

É importante que você conheça minuciosamente o seu ciclo menstrual, saiba exatamente como ele funciona. Nesse caso, deve-se experimentar fazer a tabelinha para identificar a regularidade do ciclo menstrual e os períodos férteis, ou seja, o momento em que você estará com uma maior possibilidade de engravidar. Confira aqui mais informações sobre a tabelinha.

7 – Porcentagem

As chances de haver uma fecundação em uma relação sexual é de 18% a 30%, por isso, um casal que tem uma média de 2 relações sexuais semanais, sem métodos anticonceptivos, têm chances de engravidar entre 6 a 12 meses de tentativas, ao contrário, estarão no grupo considerados inférteis, e possivelmente precisarão buscar orientação médica.

8 – Relógio biológico

O número de mulheres que têm adiado a maternidade por razões como estudos e carreira é altíssimo! Sabe-se bem que com o passar dos anos o número de óvulos tende a cair significativamente.

A mulher de 35 anos chega a ter uma redução de até 50% nos seus óvulos! Além disso, a idade pode interferir na qualidade desses óvulos e, com isso, em alguns casos, torna-se necessário intervenções médicas para ocorrer a fecundação.

Contudo, vimos que quando o casal decide ter filhos, é importante priorizar a saúde. Com alguns cuidados simples é possível engravidar facilmente, basta observar o seu corpo e cuidar para não ficar ansiosa com a expectativa da gravidez, pois a ansiedade e o estresse são vilões nesse momento. Portanto, fiquem tranquilos, cuidem-se e aproveitem o momento da espera para namorarem bastante.

Confira outras dicas:

Recomendados Para Você:

Adicione um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.